Federação Portuguesa de Motonautica

Portugal reforça calendário internacional de ouro

Portugal reforça calendário internacional de ouro

O trabalho produzido pela delegação oficial da FPM na 91ª Assembleia Geral Anual da UIM, a decorrer em Beirut, deu os seus frutos e, em 2019, aumenta para o dobro, o numero de provas internacionais de alto calibre que vão ser disputada em Portugal!

Três campeonatos do mundo e outros campeonatos europeus, eis o “cardápio” verdadeiramente gourmet, onde estão incluídas as provas internacionais que vamos poder degustar em Portugal, durante o ano de 2019. É uma enorme conquista para o país, que vê assim reforçado o naipe de eventos de desportos náuticos disputados dentro do nosso território.

Para os amantes das emoções motorizadas sobre água, o mês de Maio de 2019 vai tornar indispensável a reserva de 3 fins-de-semana, pois Portugal transforma-se no centro da motonáutica ao mais alto nível.

Tudo começa em Entre-os-Rios, Penafiel, entre 3 e 5 de Maio. O plano de água estabelecido onde os rios Tâmega e Douro se encontram, em frente à Marina de Entre-os-Rios, receberá a prova inaugural do Campeonato da Europa de Aquabike. Será o terceiro ano consecutivo em que as exigentes águas durienses serão o palco perfeito para esta competição, sendo de esperar um reforço ainda maior da presença de pilotos, devido a junção deste evento com a prova do Campeonato do Mundo de Aquabike, que irá decorrer logo 7 dias depois, de 10 a 12 de Maio, em Portimão, integrado num vasto e aliciante Water Festival. Como tal, é de esperar que muitos dos nomes fortes da modalidade aproveitem a junção de datas estejam presentes nos dois campeonatos, reforçando ainda mais a competitividade dos mesmos. O espetáculo promete!

Destaque aqui para esta grande novidade. Ao Europeu de Aquabike, Portugal adiciona agora uma das etapas do Mundial da modalidade, numa demonstração de total confiança da UIM e dos promotores na capacidade organizativa da Federação Portuguesa de Motonáutica e dos seus parceiros institucionais, neste caso, os Municípios de Penafiel e de Portimão.

                                              Paulo Ferreira, Presidente da FPM, com Lavinia Sanzovo e Nicoló di San Germano da H2O Racing

E se a primazia do espectáculo fica reservada para as motos de água e os jetski durante dois fins-de semana, o palco principal é cedido aos barcos e a baía de Portimão transforma-se para receber a “nata” do Powerboat, dotando assim aquele município algarvio de um festival náutico motorizado simplesmente fora de série, mercê de um programa tão vasto, quanto ambicioso da autarquia e da FPM.

Uma vez mais, é assim no Algarve que voltaremos a usufruir desse espectáculo inolvidável que sempre nasce das corridas do Campeonato do Mundo de Fórmula 1, com esta a segunda tirada de 2019 a decorrer entre 17 e 19 de Maio.

E depois de uma “primavera quente”, a motonáutica reserva um verão a condizer.

De 16 a 18 de Agosto, será tempo de mais uma novidade encantar os amantes portugueses da motonáutica. O território luso vai receber a segunda e última etapa do Campeonato da Europa de F2 Powerboat, em local ainda a designar. Logo de seguida, os “guerreiros do mar” destes catamarans voadores sairão desta refrega competitiva de nível europeu para assentar arraiais em Ribadouro, Baião, para, de 13 a 15 de Setembro, disputar a 4ª prova da temporada do Campeonato do Mundo da modalidade, dando assim continuidade a um evento que tem sido imaculado na sua qualidade organizativa, assinada pelo Clube Náutico do Ribadouro, pelo Município de Baião e pela FPM.

Voltando ao Aquabike, a FPM garantiu ainda a realização do Campeonato da Europa de Endurance, que será disputado em local e data a anunciar, após fechadas as negociações com os municípios que se revelaram interessados em receber o evento.

No rescaldo deste anúncio do calendário, Paulo Ferreira, presidente da Federação Portuguesa de Motonáutica, estava “ muito feliz e orgulhoso com o sucesso total que alcançamos. O que foi aqui, em Beirut, conseguido em termos de negociação do calendário, pela nossa delegação, é notável e fundamental nesta nova era da FPM e das modalidades que tutela, ficando bem visível o respeito e apreço que a UIM, os promotores e as outras entidades nacionais têm pela FPM e pelos seus novos dirigentes, bem como pelas nossas autarquias e promotores locais ”.

Já quanto à sequência “mágica” de 3 provas a organizar durante o mês de Maio, Paulo Ferreira considera ser “ um desafio muito exigente em termos organizativos mas estamos convictos de que, por tudo quanto em Portugal já realizamos no passado, estaremos à altura e voltarmos a apresentar altos níveis organizativos ”. O presidente da FPM realçou ainda “ a importância extrema dos municípios e de todos os parceiros que connosco estão a trabalhar, mormente a Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto e o IPDJ, para conseguirmos montar tantas provas com este altíssimo grau de exigência mas as mesmas apresentam-se como fundamentais para os municípios, para as zonas e para o país, em termos de promoção interna e externa, assumindo-se como fortes instrumentos de marketing territorial, representando ainda um forte impacto na economia local e nacional”.

Anunciado que está este calendário, agora é tempo de trabalho profundo e contínuo para preparar as provas, enquanto todos começam já a fazer a contagem decrescente para uma época de 2019 que, mais do que prometer, garante espectáculo total nas águas de Portugal!

Please follow and like us:

Deixe um comentário