Federação Portuguesa de Motonautica

Portugueses Brilham no Arranque!

Portugueses Brilham no Arranque!

O dia 1 do Campeonato da Europa de Aquabike correspondeu por inteiro às expectativas.

Com uma lista de participantes “de luxo”, a ronda lusitana do campeonato ostenta mais de oito dezenas de concorrentes, a defenderem as bandeiras nacionais de mais de uma vintena de países europeus.

A “nata” dos pilotos do velho continente marca assim presença, sendo garantida de um grande espetáculo.

Grande novidade técnica, a mudança no circuito estabelecido no plano de água dos rios Tâmega e Douro, agradou a todos.

É agora percorrido no sentido dos ponteiros do relógio e com a colocação das bóias a exigir ainda maior aprumo técnico, tornando-se muito exigente e revelando assim os melhores entre os melhores.

E o primeiro dia de competição, reservado aos treinos livres e à luta pela pole position, os pilotos nacionais decidiram brindar o muito público presente com uma exibição de grande nível, com 3 a reclamarem para si o lugar mais alto na tabela de tempos das suas respectivas categorias.

Rui Sousa esteve simplesmente imperial entre os SKI GP2. O craque luso estabeleceu o crono de 1:16.43, à velocidade média de 94,2 Km/h, deixando o seu concorrente mais direto a 3,2 segundos.

Henrique Rosa Gomes foi quarto, rodando na sua melhor volta em 1:20.97.

Idêntica façanha foi assinada por Gonçalo Rodrigues nos Ski GP3.

O “furacão dos Açores” soprou muito forte e levou de vencida o duelo pela “pole” com o húngaro Barnabas Szabo. No fecho da sessão, o açoriano triunfou, deixando Szabo a 3,3 segundos de distância.

Nesta categoria, alinharam mais 4 portugueses.

André Barbosa foi 7º, Pedro Mendonça 9º, logo seguido de André Pacheco em 10 e de Pedro Pires na 11ª posição.

O júnior Diogo Barbosa completou o trio de portugueses a levarem de vencida a armada internacional, neste primeiro confronto.

Com um tempo de 1:35.05, Barbosa foi mais rápido 5 décimas de segundo do que Severi Salonen, relegando o finlandês para o 2º lugar.

Matteo Valente registou a 4ª melhor marca. Já João Inverneiro foi 7º e Luna Garcia alcançou o 8º tempo.

Nas outras categorias e começando pelos Runabout, nos GP2, Edvin Samuelsson deu à Suécia o melhor tempo, em 1:13.57, à espantosa média de 117.4 Km/h.

Ao concluir com o 8º tempo, Nelson Gomes foi o melhor português na categoria, secundado por Carlos Fernandes, em 9º.

A categoria Runabout GP4 compete em conjunto com as GP4 Ladies

O espanhol Alejandro Artinano foi o mais rápido, em 1:26.05. A francesa Clara Muchembled foi a mais lesta no setor feminina, com 1:29.79.

Já nos Runabout Veterans, coube ao germânico Robert Wallenbosn estabelecer o melhor tempo, com 1:12.32.

O austríaco Kevin Reiterer reclamou a primazia entre os SKI GP1, rodando em 1:17.99. O melhor português foi André Barbosa, 15º com 1:36.31.

O madeirense Henrique Rosa Gomes não estabeleceu qualquer registo, com problemas no seu jetski.

Nos Ski Junior 3.2, o jovem Ander-Hubert Lauri, deu à Estónia a pole, com 1:40.39. Logo atrás de si, a 2,8 seg, ficou no segundo posto o “lobinho” português Manuel Leite.

Martim Brito e Martim Marques foram, respectivamente, 3º e 4º colocados.

Nos Ladies GP1, primazia da sueca Emma-Nellie Ortendahl. Sempre muito rápida, colocou a concorrência longe, ao rodar em 1:23.87.

Joana Graça iniciou a sua participação com o 9º tempo.

Entre os Ski Veterans, o melhor tempo foi assinado pelo lituano Janis Uzars, em 1:22.35.

O dia de sábado será de competição intensa.

Todas as categorias presentes vão enfrentar duas das corridas que contam para as classificações finais, ficando reservada para domingo a terceira e última refrega do campeonato.

A noite será de festa, com um concerto de Quim Barreiros, um espetáculo pirotécnico e animação musical garantida pela conhecida DJ e socialite Merche Romero.

Please follow and like us:
error

Deixe um comentário