Federação Portuguesa de Motonautica

Duarte Benavente, o CR7 da motonáutica

Chama-se Duarte Leitão Maia Benavente, tem 49 anos, é de Lisboa mas vive em Setúbal, mais concretamente em Azeitão, e é um autêntico CR7 da motonáutica portuguesa. Tendo-se iniciado em 1989 na modalidade, Benavente foi quarto classificado no campeonato nacional de S850/F4 em 1990, sendo que entre 1991 e 1998 foi oito vezes consecutivas campeão nacional desta classe, tendo ainda sido três vezes campeão ibérico, em 1995, 1996 e 1997. No ano seguinte, em 1998, sublinhe-se o título de campeão europeu nesta mesma S850/F4, tendo, em 2001, chegado a campeão do Mundo.

Duarte Benavente, claramente a grande bandeira da motonáutica lusa, ainda competiu alguns anos na classe rainha, a F1, tendo alcançado a melhor classificação, um sexto lugar, em 2000.

Mais recentemente decidiu apostar na F2, a segunda classe mais importante e o objetivo era muito claro: ser campeão do mundo. A isso o “obrigava” o segundo lugar conquistado em 2019. “Estou a trabalhar para isso, é esse o meu objetivo”, assumira há meses Duarte Benavente, que também continuará a fazer a F1.

Refira-se ainda que Duarte Benavente assinou recentemente pelo Marítimo, clube que reforçou assim a aposta nas modalidades de água.